WebMkt: O desafio dos ad blockers

      No Comments on WebMkt: O desafio dos ad blockers

Também uso também ad block e concordo com a opinião. Sou mais permissiva quando sei que é publicidade direta e assume se como tal mas confesso que prefiro sempre avançar para o conteúdo que quero efetivamente ver/ler. Porém, em relação aos influencers, creio que a opinião está a mudar. Os influencers tendem a trabalhar com diferentes marcas e explorar diversos assuntos, alguns em que não são especialistas mas que partilham nas suas redes dada a ligação comercial com a marca. É inegável que a sua influência pode afetar a notoriedade da marca porém o público quer ver conteúdo autêntico e saber que o influencer se relaciona com a marca que está a publicitar.

Com a diversificação de conteúdo, os influencers correm o risco de perder público que deixa de acreditar na sua opinião. Como refere um artigo do Financial Times: “They may have disregarded the chance that millennials value real life capabilities and brand recognition when it comes to spending their very own money. ” Assim, a decisão de uma marca se associar a um influencer de forma a aumentar a sua visibilidade deve também ser pensada para que a escolha do influencer deve refletir a própria visão da marca. utilização do Ad blocker é um tendência tão forte, que em fevereiro deste ano o Google criou um Ad Block para o Chrome, focado em site que possuem anúncios que intrusivos com sons e vídeos. Apesar de ser um grande feito, tendo em vista que a maior parte da receita da empresa vem dos anúncios, o impacto do Ad blocker do Chrome ainda é bastante reduzido, conforme um post na Wired, dos 100 mil sites mais populares na América do Norte e na Europa, menos de um por cento viola as diretrizes do Google e possuem seus anúncios ocultados.

A fim de reduzir os impactos que o Ad Blocker poderia causar, o Google notificou alguns sites, antes do lançamento da ferramenta, avisando que estes estariam sujeitos à filtragem, e 42% fizeram mudanças preventivas, alguns dos sites notificados foram Forbes, The Los Angeles Times e In Touch Weekly.

See also  The Difference Between AI, Machine Learning, and Deep Learning? NVIDIA Blog